16 de agosto de 2011

[RESENHA] Pobre Não Tem Sorte - Leila Rego

Oi, pessoal :D Tudo bem com vocês? Nada de novo para contar, portanto, vamos para a resenha! Hoje vocês lerão a resenha de Pobre Não Tem Sorte, da autora e parceira do Heart Books Leila Rego.



Pobre Não Tem Sorte
Leila Rego
All Print


Toda garota do interior sonha em se casar com o cara de seus sonhos, ter uma casinha, filhos e ser feliz até que a morte os separe, certo?
E se esse cara for lindo, rico, super fashion e divertido?
E se tal "casinha dos sonhos" for um mega apartamento no melhor bairro da cidade?
Uau! Mariana encontrou o cara perfeito e vai se casar com ele!
E nada de casinha! Isso é coisa de gente que pensa pequeno. Mariana vai ter o apartamento dos sonhos que já vem incluso no pacote: case com um homem rico e vá morar em grande estilo.
E quanto a filhos e ser feliz até que a morte os separe... Bem, ela ainda não pensou nesses detalhes. Afinal as prioridades vão para as coisas bem mais interessantes como, por exemplo, o vestido de noiva perfeito, o que o colunista vai dizer sobre o seu casamento no tablóide de domingo, o que as amigas e inimigas irão comentar, quem entrará na lista de convidados para sua despedida de solteira, etc.
Mas isso só será até um dia em que Mariana... Bom, leiam o livro e descubram.


Já falei mais de mil vezes mas vou repetir mais uma vez: eu sinto um orgulho quando leio um livro brasileiro bom! E com Pobre Não Tem Sorte não foi diferente!

O livro conta a história de Mariana Louveira, uma mulher fútil. Não liga para o amor, a relação entre as pessoas, só quer saber de bolsa Louis Vitton, sapatos Chanel, e por aí vai... Com isso, quase ninguém suporta-a! Até o noivo dela está de saco cheio...

Li por aí muitas resenhas falando que a Mari era chata por ser tão fútil e só ligar para as aparências. E, sinceramente, quem nunca ligou para o que o outro falou? Quem nunca quis comprar aquela blusa que estava o olho da cara para os outros sentirem inveja? Eu já fiz! E duvido que alguém nunca tenha feito. Muitos odeiam a protagonista por se verem nela... Todo mundo tem um lado fútil!

E o que eu mais gostei foi que mais cedo ou mais tarde a Mari teve que amadurecer. Nós crescemos com ela e aprendemos uma lição de moral que serve para a nossa vida. E esses livros são os melhores por que entretendo-nos, ensina algo que é importante quando se convive com o outro.

Tirando essa parte sociológica, eu adorei a narrativa da Leila. I mean, me senti bff da Mari já que a personagem interage com o leitor à la Machado de Assis S2. E, gente, eu ri muuuuito com o livro, é cada situação que a Mari se mete que eu fiquei com vergonha alheia, haha.

Enfim, só posso dizer que se você quer se divertir vai e leia Pobre Não Tem Sorte, pois com certeza você não se arrependerá ;)

Capa: 3/5
História: 4/5
Narrativa: 4.5/5

XXOO ;*

9 comentários:

Glaucea Vaccari disse...

Esse é livro é um dos próximos da minha lista de leitura.
Tbm já vi várias resenhas falando mal da Mariana, e concordo que todo mundo tem um lado fútil.
Parece ser um livro bem divertido.
Quero ler.
Bjo

Karine Marinho disse...

A muiito tempo que eu quero ler esse livro, é bem provavel que eu aproveite e o compre na bienal já que grande parte dos meus desejados p/ bienal são de autores nacionais :D
Beijos,K.
Girl SPoiled

Aione Simões disse...

Oi Anastácia!

Primeiro de tudo, obrigada pela visita ao blog, sinta-se a vontade para visitar o Minha Vida Literária quando quiser!

Estou doida pra ler esse livro!
Como você, também sinto muito orgulho ao ler um bom livro nacional e esse parece se encaixar na categoria!
Adoro quando a leitura parece uma conversa com uma amiga e me sinto próxima da personagem, ainda mais quando a história tem um bom fundo reflexivo!
O que você disse sobre a futilidade e todos já termos tido algum momento assim é verdade!
Como não li o livro, não posso opinar sobre a Mari, mas talvez muitos não gostem por essa característica dela ser exagerada. Novamente, não li o livro, então posso estar falando besteira!
Espero poder ler logo!
Dei risada com sua resenha, está bem divertida, fez jus ao livro ;)

Beijos!

Jovens Leitoras disse...

Já ouvi falar bastante sobre esse livro, mas pra falar a verdade, não me lembro se as críticas eram boas ou não, HUAHAUHA.
Adorei sua resenha,e super concordo com a sua opinião que todo mundo se importa ou já se importou com a opinião dos outros e tal..
Enfim, é isso, HUAHUAH.

Beijos.

Evellyn disse...

Tb sou assim Anastácia!!
adoro amar livros nacionas PNTS é mt engraçado, eu morria de rir com a louca da Mari!
realmente, parece uma conversa com a maluca!!

bjs
hey Evellyn!

Denha Rosa disse...

Boa resenha! Gostei muito, fiquei com mais vontade de ler.
Bjo

Gilciany Viana disse...

Ai, quero tanto ler este livro e sua resenha só aumentou o meu querer...
Adorei..e concordo com sua opinião que é difícil encontrar livros brasileiros realmente bons, no entanto, quando encontramos, é pra lá de bom né?
Gostei do seu cantinho aqui..Mui belo querida.
Estou seguinod seu blog viu.
Aproveita e faz uma visitinha no meu e segue tmbm.
Bjus.

http://lerepensaresocomecar.blogspot.com

Fernanda - Trilhas Culturais disse...

Oie. Vi seu recadinho no Skoob e vim conferir seu blog.Este livro eu imagino que seja super leve, super gostoso de ler, quanto mais eu leio resenhas sobre mais o quero. hehehe. bjusss

Gabi Lima disse...

Oie.
Quero ler esse livro há um tempinho, mas até agora não surgiu dinheiro para comprá-lo. =/
A história parece ser bem legal.

Bjs
Gabi Lima
http://livrofilmeecia.blogspot.com

Postar um comentário

Obrigada por ler o post! Para deixar o seu comentário é simples e rápido.